GERAÇÃO LUZ / GENERATION LIGHT

ADOLESCENTS AND YOUNG ADULTS GROUP

Agosto - 2017

Depois de ter saciado a fome à multidão, Jesus obrigou os discípulos a subir para o barco e a esperá-l’O na outra margem, enquanto Ele despedia a multidão. Logo que a despediu, subiu a um monte, para orar a sós. Ao cair da tarde, estava ali sozinho. O barco ia já no meio do mar, açoitado pelas ondas, pois o vento era contrário. Na quarta vigília da noite, Jesus foi ter com eles, caminhando sobre o mar. Os discípulos, vendo-O a caminhar sobre o mar, assustaram-se, pensando que fosse um fantasma. E gritaram cheios de medo. Mas logo Jesus lhes dirigiu a palavra, dizendo: «Tende confiança. Sou Eu. Não temais». Respondeu-Lhe Pedro: «Se és Tu, Senhor, manda-me ir ter contigo sobre as águas». «Vem!» – disse Jesus. Então, Pedro desceu do barco e caminhou sobre as águas, para ir ter com Jesus. Mas, sentindo a violência do vento e começando a afundar-se, gritou: «Salva-me, Senhor!». Jesus estendeu-lhe logo a mão e segurou-o. Depois disse-lhe: «Homem de pouca fé, porque duvidaste?». Logo que subiram para o barco, o vento amainou. Então, os que estavam no barco prostraram-se diante de Jesus, e disseram-Lhe: «Tu és verdadeiramente o Filho de Deus». (cfr. Mt 14, 22-33 )

A voz do silêncio

O Profeta Elias procurava o Senhor e pensava que ia encontrá-lo através de manifestações extraordinárias. Afinal, Deus estava na brisa ligeira, quase despercebido. A voz do Senhor fez-se ouvir, não sob os sinais majestosos das manifestações de Deus, mas na meditação silenciosa da Sua Palavra inspirada.
Não são as grandes tempestades que levam o agricultor a esperar grandes colheitas; são as chuvas calmas e constantes que descem ao fundo das raízes. As grandes chuvadas só estragam e estraçalham as lavouras. Não são os gritos que fazem os bons amigos; são a conversa tranquila, as histórias, as recordações. Não são os vendavais que distribuem o pólen de flor em flor; são os insectos, as borboletas, as abelhas, na brisa suave.
Não são as discussões que edificam uma família; são as palavras criteriosas da mãe que entram no coração dos filhos e fazem crescer a paz e o bem no lar. As melhores preces são aquelas que proferimos em voz calma ou silenciosamente. O orador que esbraveja não comove.
As grandes ideias não são fruto do barulho mas da reflexão. "O silêncio é um dos meios mais fecundos da perfeição" – disse Santa Teresa de Ávila.

Rev. Sr. Albino Pina Marques

Copyright © 2019-2022 Church of Our Lady of Fatima | All Rights Reserved | Site Webmaster Joseph dos Santos